terça-feira, 3 de julho de 2007

Cabelereiras e o chat virtual


A inclusão digital está acontecendo, mais rápido do que podemos esperar! Moro em São Carlos, uma cidade com altíssimo padrão de vida graças a presença das várias instituições de ensino superior (das quais duas são Universidades públicas de nome), e aqui notei um fato muitísismo curioso.
Fui cortar as pontas do meu cabelo (sim, ele está muito grande e as pontas estavam todas secas e feias...) e eis que no meu momento "salão", prestei atenção na conversa de três senhoras (todas beirando seus 50 anos). Eis que me encontrei naquele momento sem preço de poder vislumbrar por breves instantes o universo feminino! Lá estava eu, num abrigo protegido, anti-bombas, anti-homens!! Decidi prestar atenção na conversa. E confesso que eu estava esperando as estereotípicas fofocas... Para a minha surpresa, elas discutiam com raiva sobre um cara que uma delas havia conhecido numa sala de bate papo, e as peripécias que passaram-se via MSN e Orkut!!
Fiquei chocado! Jamais esperava isso... Enfim! Achei curioso! Há menos de 10 anos atrás eu nem imaginava um mundo assim!

5 comentários:

disse...

É... pois é!!!
Eu converso com meus pais pelo skype e pelo msn... acredita?

As coisas evoluem...ainda bem!!!

E vc no cabelereiro ouvindo conversa de mulher é boa hein??? hehehehe

Bjokas...

Capitão disse...

eu imagino oq deve ter rolado nessa conversa pra ela ter ficado com tanta raiva... xD

mas diz... salas d chat podem ser perfeitos pras pessoas conhecerem outras na comodidade da casa, seja pra amizade apenas papear sexo namoros enfim...oq pod nos levar a pensar q o fato da tecnologia estar "separando" as pessoas é um fato bem real... eu assim como o fozzy q somos dessa area d TI temos essa noção mas para as pessoas fora da area não devem imaginar tanto isso oq nos leva ao fato q daki a poko poderemos não estar mais gozando do contato humano seja pra qq coisa...
isso eh uma coisa d m dexa meio perplexo pois ond estaria a graça de estar com uma pessoa virtualmente? mesmo com a utilização de webcams e utilitários semelhantes nada c compara ao fato de poder estar fisicamente em contato com a pessoa em si...

bem eh apenas uma visão minha...


abraços fozzy

hecht disse...

putz... minha mae entrou no orkut tb :p nao preciso nem dizer que a primeira coisa que fiz foi correr todas as minhas comunidades pra ver se nao tinha nada muito descarado ne? hehehehe...

Mariana disse...

As coisas evoluem.. passo por um processo semelhante com a minha mãe: agora ela descobriu o MSN, e ela tem 5 nomes pra papear.. tres filhos, um genro e uma nora, e fica desolada quando não tem ninguem para conversar com ela... isso me inclui, ou seja, toda vez que eu resolvo entrar na internet, mesmo que esteja ocupada, apressada ou com um baita problema pra resolver a minha mãe está por perto pra me perguntar: já comeu? tah usando agasalho? Depois do celular (vigia via satélite) minha mãe xereta a minha vida virtual..
Dois outros problemas que enfrento nesse campo são: as figurinhas... as malditas figurinhas, a veinha adora emoticons! e como explicar pra ela como colocar os pequeninos desenhos no msn DELA? isso via msn.. complica.
O segundo problema eh a web cam, ter uma web cam significa que eu TENHO que estar em casa as 9h para ela dar uma olhada na minha cara, e eu, acostumada a fazer mil e duas coisas no pc ao mesmo tempo (pelo menos quatro janelas de msn e mais umas 15 tabs no mozilla), tenho que dar toda a atenção pra ela e contar como foi o meu dia... eu adorava a epoca do telefone...

Ainda bem que ela ainda não descobriu o orkut....

Fi disse...

Haha, essa foi massa...

Minha mãe tá no orkut tb, hehe... Minha tia irmã dela tb, e a tia delas tb!! Essa tem uns 70 anos já, hehe...